Nov 16
Gráfica Mattavelli amplia setor de arquitetura de embalagens     
A Mattavelli Gráfica e Editora anunciou a ampliação de seu setor de arquitetura de embalagens. O objetivo da iniciativa, é oferecer layouts diferenciados e soluções gráficas inovadoras com mais agilidade e qualidade, para o cliente desenvolver seu projeto em único lugar. Dispondo de novo maquinário e equipe completa de profissionais para criação e desenvolvimento de embalagens, a empresa informou que pode realizar projetos dos mais simples aos mais sofisticados, para oferecer soluções inovadoras de design e adequação gráfica. Outro diferencial oferecido ao mercado é a produção de mockups. Publish  
 
Nova Página e Alzamora Packaging, da Espanha, anunciam parceria      
A Nova Página, gráfica com sede em Cajamar (SP) e unidades em Varginha (MG) e Manaus (AM), firmou parceria com a gráfica espanhola Alzamora Packaging, localizada em Olot, Catalunha, próximo à Barcelona. A gráfica espanhola conta com mais de cem anos de atuação, especialmente no mercado de embalagens. A ideia da parceria surgiu de uma visita da gerente industrial, Laila Amazonas, e do coordenador da engenharia do produto, Elcio Pinho, à Alzamora, no ano passado. Na ocasião, os representantes da Nova Página estudaram uma possível parceria entre as empresas que resultaria em uma promissora troca de tecnologias e informações. Entre os principais tópicos firmados no acordo, estão: dinamizar o intercâmbio de informações e conhecimentos entre as empresas; intercâmbio tecnológico e de programas para melhoria do desempenho produtivo; análises e discussões de potenciais melhorias tecnológicas e de procedimentos; e acesso a programas e métodos de análise de produtividade e/ou qualidade. Publish    
 
Novelprint é a vencedora do prêmio TLMI 2011         
A Novelprint, fabricante de autoadesivos e máquinas de rotulagem, foi a vencedora do prêmio TLMI 2011, promovido pelo Instituto de Fabricantes de Etiquetas e Rótulos (TLMI), a principal associação norte-americana do segmento. A empresa foi reconhecida pelo desenvolvimento do rótulo da cachaça 51 Ice Balada, rótulo do tipo invisível desenvolvido com tecnologia própria a partir de pesquisas. Revista Tecnologia Gráfica    
 
Com IN 56/11 INSS altera regras para pedidos de revisão de aposentadoria     
O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) revogou dispositivo que obrigava os beneficiários a desistir de ações judiciais para fazerem o mesmo pedido de aposentadoria ou revisão de benefícios na via administrativa. O artigo 595 da Instrução Normativa (IN) do INSS 45, de 6 de agosto de 2010, determinava a comprovação de desistência da demanda judicial com a prova do trânsito em julgado do processo "sob pena de indeferimento" do pedido. A revogação está prevista na IN 56, assinada pelo presidente do INSS, Mauro Luciano Hauschild, e publicada na segunda-feira (14). De acordo com o órgão, a norma foi suspensa para que fossem estabelecidas "rotinas para agilizar e uniformizar a análise dos processos de administração de informações dos segurados, de reconhecimento, manutenção e revisão de direitos dos beneficiários da Previdência Social". Para advogados, o artigo violava o direito constitucional de amplo acesso à Justiça. "A administração não poderia condicionar a resposta a um contribuinte à desistência de um processo judicial", diz Rodrigo Rigo Pinheiro, do Braga & Moreno Advogados & Consultores, acrescentando que já havia ações judiciais questionando a exigência. Com a mudança, de acordo com a especialista em previdência complementar Camila Andrade, do JCM&B Advogados e Consultores, "haverá novas demandas de beneficiários, que manterão os pedidos nas duas esferas", diz a especialista. (Fonte: Valor Econômico)
Veja o conteúdo da instrução normativa, que está está disponível ali na seção Íntegras    
 
Diabetes causa uma morte a cada dez segundos em todo o mundo, alerta federação
Brasília – Estima-se que haja, pelo menos, 300 milhões de pessoas com diabetes em todo o mundo, e no Brasil, são cerca de 11 milhões de portadores, segundo dados do Ministério da Saúde e de sociedades médicas. No Dia Mundial do Diabetes, lembrado hoje (14), o foco da campanha global, pelo terceiro ano seguido, é orientar a população para prevenir a doença, que mata uma pessoa a cada dez segundos no mundo - conforme estatística da Federação Internacional de Diabetes, ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS). O desconhecimento sobre o que é a doença, os sintomas e o tratamento tem sido um dos obstáculos para conter essa epidemia global. A própria federação internacional estima que metade das pessoas não sabe que tem diabetes. Apesar de muitos brasileiros terem um parente ou amigo com a doença, parte deles não sabe como evitá-la. “Muitos têm contato, mas não conseguem ajudar a pessoa próxima [com a doença]. E ficam incapazes de prevenir nelas mesmas”, alerta o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes, Walter Minicucci. O diabetes tipo 2, que atinge mais pessoas, ocorre quando há aumento da taxa de açúcar (glicose) no sangue. Os sinais mais comuns são a sede excessiva, a perda de peso, a fome exagerada, a vontade de urinar muitas vezes, a difícil cicatrização de feridas, a visão embaçada, o cansaço e infecções frequentes. Alguns dos fatores de risco são a obesidade, o sedentarismo e o histórico familiar com casos da doença. A prática de exercícios físicos e a alimentação equilibrada ajudam a evitar o diabetes tipo 2, que não tem cura. Quando o diabetes não é tratado, aumenta o risco de o paciente ter um ataque cardíaco, ficar cego ou sofrer amputação de uma perna. Agência Brasil    
 
Profissional x pessoal: veja sugestões para equilibrar várias esferas da vida
SÃO PAULO - Para evitar que sua vida passe enquanto você está dentro do escritório, perdendo momentos de lazer, ignorando o crescimento dos filhos e acabando dia a dia com a sua saúde por conta do estresse e de uma alimentação inadequada, vale a pena ouvir e seguir algumas sugestões. Uma análise rápida permite observar que boa parte dos problemas dos seres humanos estão relacionados ao trabalho. A saúde é afetada, pois a maioria das pessoas passa horas e mais horas sentadas. O estresse gerado por conta das metas, prazos e todo tipo de cobrança faz as pessoas terem dificuldades de dormir, comer exageradamente ou mesmo fumar compulsivamente, provocando ainda mais estragos. As exigências das empresas, muitas vezes levam os empregados a reduz o tempo que ficam com a família, outro importante aspecto da vida que pode acabar sendo deteriorado caso não se saiba dosar as prioridades. Equilibrar a vida pessoal com a profissional, portanto, tem sido a luta de todo bom trabalhador, que anseia por realização profissional, mas não quer perder momentos impossíveis de recuperar, estragar a saúde, ser um estranho para os filhos e viver todos os dias atormentado pelo estresse.
Dicas
Com o auxílio do life coach Luiz Antônio de Souza Neto e do consultor do Instituto de Qualidade de Vida, Artur Zular, elaboramos algumas dicas para os profissionais alcançarem o equilíbrio entre o profissional e o pessoal, veja:
Projetos de vida estrutura - quem não tem um objetivo nem valores definidos e vive baseado na lógica do “deixa a vida me levar”, perde muito, sobretudo porque se não há uma meta, também não há como elaborar um planejamento. De acordo com Zular, é preciso responder às seguintes perguntas: Quem eu sou? O que eu quero? Para aonde eu vou? Como eu vou?, as respostas a estas perguntas vão ajudá-lo a estruturar seu projeto de vida e elaborar o plano de ação.
Tenha metas e minimetas - Luiz orienta que todos profissionais devem definir objetivos grandes e também pequenos e em todas as dimensões da vida, não só no âmbito profissional.
Gestão do tempo - para ter tempo de aproveitar e cuidar dos demais aspectos da vida, que não o profissional, é preciso de tempo. Como ainda não inventaram um dia com mais de 24 horas e o trabalho é o que exige a maior parte do seu tempo, é preciso aprender a administrá-lo melhor. Luiz sugere que se faça “um inventário de tarefas que você realiza no dia”, é ai que está o segredo, explica. De acordo com o coach, as pessoas desperdiçam muito tempo durante o dia, fazendo tarefas de maneiras ineficiente ou mesmo desenvolvendo atividades que não precisam ser feitas, já que, pouco ou nenhum impacto tem no resultado final. Para descobrir se você está usando seu tempo de forma equivocada a melhor forma é observar, ao longo de um dia, o que você faz e como faz. Veja o que pode ser melhorado, o que não é necessário e tente mudar.
Tenha uma agenda - assim como muito tempo pode ser gasto de forma ineficiente no trabalho, o mesmo pode ocorrer em todas as demais esferas da vida, e tempo é justamente o que você não tem para desperdiçar. Zular recomenda que se mantenha uma agenda, não importa o formato, podendo ser eletrônica ou em papel, mas ela será essencial. “Quando você escreve você consegue colocar em ordem os compromissos”, explica Zular, lembrando que o ser humano é muito visual, ou seja, passar para um suporte físico todas as atividades que precisam ser feitas ajuda na organização e você ganha mais tempo para outras coisas.
Cuidado com quem você anda - isso não quer dizer nada a respeito do seu círculo de amizade, apenas que é preciso ter cuidado com aqueles amigos que tomam muito do seu tempo. Jogo de pôquer na segunda, happy hour na sexta, cinema na quinta. Vida social é importante, mas lembre-se que há outras prioridades. “É preciso aprender a dosar e saber dizer não”, explica Zular. Lembre-se, por fim, que a separação entre pessoal e profissional é apenas uma forma de organizar a vida, mas o ser humano é um só, que precisa manter em equilíbrio sua relação com a família, com o trabalho, o social, o lazer, o educacional, o físico, o espiritual, o afetivo, o psicológico e mesmo o cosmológico. Infomoney  
 
Jorge Caetano Fermino

written by FTIGESP

Nov 11
Agfa participa da ANJ e destaca soluções de pré-impressão para jornais          
A Agfa participou como expositora do 25º Congresso do Comtec/ANJ, que aconteceu no dia 31 de outubro, 1º e 2 de novembro, em São Paulo. Na ocasião, a Agfa destacou em seu stand suas chapas digitais para jornais em versões convencional e ecológica. Destaque, ainda, para a chapa digital polímera :N92-VCF, que elimina uso de químicos ou água no processo, é sensível a lasers violeta, e oferece alta velocidade de gravação. DeskTop Digital
 
SPP-KSR é maior distribuidora de produtos gráficos da América do Sul   
Após a integração de suas operações, a SPP-KSR consolidou-se como a maior distribuidora de papéis e produtos gráficos da América do Sul. Ela garantiu presença da Suzano Papel e Celulose em diferentes regiões do Brasil, propiciando aos clientes mais qualidade e agilidade no atendimento. O serviço cresceu sobretudo no Nordeste e Centro-Oeste, onde agora há uma oferta mais ampla de produtos. A distribuidora conta com 24 filiais, cerca de 20 mil clientes em carteira e possibilidade de atender 50 mil empresas, incluindo gráficas, papelarias e distribuidoras. Com 400 colaboradores, a SPP-KSR já atendeu mais de 15 mil clientes ao longo deste ano, superando a marca de atendimentos de 2010, quando as empresas operavam de maneira independente. Para os próximos anos, prevê-se uma expansão de sua atuação em outros países da América Latina, com operações próprias. Hoje, a Suzano já detém a Stenfar, na Argentina. Revista Tecnologia Gráfica  
 
Tetra Pak inaugura centro de desenvolvimento de produtos na China    
A Tetra Pak inaugurou ontem (08/11) um novo centro de desenvolvimento de produtos em Xangai, na China. A unidade oferecerá às empresas locais de leite e bebidas soluções para processamento e envase de alimentos, bem como todo o conhecimento que permita um rápido desenvolvimento de produtos de alta qualidade. No Brasil a Tetra Pak mantém uma parceria com o Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital),  desde 1967. Na instituição, a empresa possui uma planta piloto completa de processamento e envase de produtos alimentícios assepticamente condicionados. Nesse local, são realizadas formulações, pesquisas e análises de comportamento de novos produtos para os clientes, com o objetivo de garantir a qualidade e a segurança do alimento antes de sua produção em escala industrial. Desde junho deste ano, a empresa também inaugurou, em parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia, a primeira planta da América Latina para testes de alimentos em conservas em embalagens cartonadas. Parte do Centro de Desenvolvimento de Tecnologia e de Fabricação da Tetra Pak China, a nova unidade permitirá que os clientes respondam às demandas cada vez mais diversificadas do mercado de leite e de bebidas. A combinação das recentes modificações demográficas -  crescimento da urbanização e a ascensão da classe média - têm impulsionado as mudanças no consumo de bebidas e, consequentemente, o lançamento de novos produtos, categorias e sabores. O processo de desenvolvimento de novos produtos pode demandar um longo tempo e altos custos para a indústria de alimentos. Por isso, a Tetra Pak está aplicando suas experiência e sua tecnologia para ajudar os clientes a criarem novos produtos e categorias. Equipado com avançadas máquinas de processamento para a extração, mistura, adição e envase, o Centro de Desenvolvimento oferece toda a infraestrutura para apoiar os clientes, desde a formulação do produto até a tecnologia de processamento. De acordo com Hudson Lee, presidente da Tetra Pak China, o novo centro é projetado para apoiar a pesquisa de fórmulas dos clientes, ajudar a reduzir o tempo e custos de desenvolvimento de produtos. Todos os equipamentos e instalações foram testados e certificados, e estão de acordo com os mais rigorosos padrões de qualidade. Isso significa que os clientes da Tetra Pak poderão desenvolver produtos seguros e confiáveis, proporcionando um melhor retorno do investimento e maior agilidade. A nova unidade na China é nono da Tetra Pak no mundo, já que a empresa conta com centros similares na França, Suécia, Holanda, Brasil, Estados Unidos, Índia, Singapura e Japão. Abigraf


Risco-País cai cinco pontos, impulsionado por definições na Europa
SÃO PAULO - O indicador de risco-País registrou queda de cinco pontos-base, atingindo 216 pontos nesta quinta-feira (10). As tensões do mercado foram aliviadas com as definições políticas na Grécia. O ex-vice presidente do BCE (Banco Central Europeu), Lucas Papademos, foi confirmado para o cargo após a renúnica de George Papandreou. Além disso, os investidores também reagiram otimistas a compra de cerca de € 1 bilhão em títulos italianos pelo BCE, que fez o rendimento dos títulos recuarem das máximas. Nos Estados Unidos, o destaque ficou com o número do auxílio-desemprego, que veio acima das expectativas dos analistas. O Initial Claims registrou um total de 390 mil novos pedidos na passagem semanal. Ainda por lá, o déficit na balança comercial norte-americana em setembro veio menor do que o registrado no mês de agosto, ficando abaixo do teto estimado por analistas. Além disso, o discurso de Ben Bernanke, presidente do Federal Reserve, também chamou a atenção do mercado. Bernanke afirmou que a instituição irá concentrar seus esforços em reduzir a taxa de desemprego dos EUA, atualmente em 9%, patamar considerado elevado para o país.
O que é o risco-País?
Como cada governo que emite papéis no mercado externo em geral tem mais do que um título no mercado, o banco norte-americano JP Morgan decidiu criar um índice que pudesse combinar todos estes papéis e obter um indicador único, que pudesse ser usado como uma medida de risco global. Com isso, o JP Morgan criou, no final de 1993, o Embi+ (Emerging Markets Bond Index Plus), ou Índice de Bonds de Países Emergentes, que mede o desempenho de uma vasta carteira de países. Todos os países incluídos são emergentes, excluindo aqueles de risco menor, como muitos dos países da Europa, Ásia e América do Norte. Além deste índice genérico, o banco criou também um índice para cada país, incluindo apenas títulos do país em questão. Com isso, o JP Morgan criou uma medida de risco-país, que, no caso do Brasil, é medido pelo Embi+ Brasil. Infomoney  
 
Jorge Caetano Fermino  

written by FTIGESP

Nov 10
Dando continuidade na luta da Campanha Salarial, o Sindicato dos Trabalhadores Gráficos de Jundiaí e região realizou mais uma importante assembleia hoje, dia 09/11.

O ato aconteceu na empresa Emepê, em Vinhedo e contou com todos os companheiros e companheiras do primeiro turno. “Estamos passando o quadro das negociações em várias empresas, mostrando as dificuldades que estão sendo criadas pelo patronal e a intenção deles em reduzir direitos dos trabalhadores para que assim possamos coletar a opinião da categoria a respeito disso e o rumo que poderemos tomar de agora em diante”, disse o companheiro Marcelo Souza, diretor do sindicato. “A adesão da categoria está nos deixando muito contentes.

Praticamente todos os companheiros e companheiras, em todas as empresas,  estão compreendendo a situação e nos dando o respaldo para que, se necessário, levemos as discussões com o patronal para outro nível. Se houver greve, a base se engajará por completo, não temos dúvidas a respeito disso”, completou o companheiro Leandro Rodrigues, presidente do sindicato. Como vem ocorrendo em todas as assembleias, os trabalhadores da Emepê também viraram as costas para a vergonhosa postura patronal e para a contraproposta absurda apresentada por eles.

Mais apoio à luta de classe

Novamente os trabalhadores gráficos puderam contar com o apoio dos companheiros de diversos outros sindicatos de várias centrais, mostrando assim a união e a força da classe trabalhadora nesses momentos de luta.

Estiveram presentes o companheiro Marcos Tebom, do Sindicato dos Alimentícios de Jundiaí, o companheiro Francisco, do Sindicato da Construção Civil de Jundiaí e região, além dos companheiros gráficos Mocóca, de Campinas, e Everaldo de Sorocaba, e também da importante e da já costumeira presença do Coordenador da CUT Regional, companheiro Vítor.

A diretoria, em nome da categoria, agradece novamente a presença dos companheiros.  




written by administrador

Nov 10
Gráficos de Pernambuco entram em acordo com indústrias e greve acaba  
Após reunião com o presidente do TRT, foi decretado o fim do movimento.
Valor acordado foi de 10% para os profissionais que atuam nos jornais.
Do G1 PE
Foi decretado, no início da noite desta terça-feira (8), o fim da greve dos gráficos de Pernambuco. A categoria foi orientada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) a retomar o trabalho imediatamente. A decisão foi anunciada depois de uma reunião que durou toda a tarde e se prolongou até o início da noite desta terça entre o TRT, o Sindicato dos Gráficos de Pernambuco (Sindgraf-PE) e o Sindicato das Indústrias Gráficas.
saiba mais
• Greve dos gráficos dificulta impressão de jornais em Pernambuco
“Essa greve era bem direcionada aos jornais e a determinação da parada do movimento grevista foi fruto de uma negociação mediada pelo presidente do TRT, que sugeriu os índices de reajuste”, afirma o presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas, Valdezio Figueiredo. Os dias parados não serão descontados e ficou acordado um reajuste salarial de 10% para os gráficos que atuam nos jornais, de acordo com Sindgraf-PE. O sindicato patronal teria oferecido um reajuste de 7,3%, contra os 15% reivindicados pelos profissionais.
Com o reajuste, o piso dos gráficos que trabalham em jornais passou de R$ 944 para R$ 1038. Já os profissionais que atuam nas gráficas e ganhavam R$ 718, passarão a receber R$ 785. Os valores são retroativos a 1º de outubro de 2011.A greve, decretada na última sexta-feira (4), teria sido motivada por divergências na negociação salarial, dificultando a impressão dos principais jornais de Pernambuco. Durante o período, alguns jornais teriam buscado profissionais de outros estados para realizar os serviços de impressão, segundo o Sindgraf-PE. “Amanhã terá jornal de qualidade, pois os profissionais que estavam de greve retornaram ao trabalho”, diz Iraquitan Silva, presidente do Sindgraf-PE.     
 
Campanha Salarial -  JORNAIS E REVISTAS DO INTERIOR - SP ALERTA DE GREVE
NA QUARTA REUNIÃO DE NEGOCIAÇÃO O PATRONAL APRESENTOU UMA PROPOSTA PROVOCADORA AOS TRABALHADORES. A COMISSÃO DE NEGOCIAÇÃO DA FEDERAÇÃO MAIS UMA VEZ REJEITOU A PROPOSTA, EM BUSCA DO AUMENTO REAL. O DESCASO COM A CATEGORIA GRÁFICA ESTÁ EVIDENTE NA PROPOSTA DE PARTICIPAÇÃO NOS RESULTADOS, ONDE FECHARAM ACORDO COM OS JORNALISTAS NO VALOR DE R$ 750,00.
VEJA ABAIXO A PROPOSTA INDECENTE APRESENTADA NA REUNIÃO DE 09 DE NOVEMBRO.
REAJUSTE SALARIAL = 7.50%
PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS = R$ 665,00
PISO SALARIAL NORMATIVO = 8%
PISO SALARIAL FUNCIONAL = 8%
SEGURO DE VIDA = 10%
AUXÍLIO FUNERAL = 10%
OBS. NÃO FOI MARCADA DATA PARA UMA NOVA REUNIÃO.
LEMBRAMOS QUE O AUMENTO DE SEU SALÁRIO SERÁ DO TAMANHO DE SUA MOBILIZAÇÃO.  
 
Aposentados que ganham acima do mínimo pedem reajuste de 11,7%  
Integrantes da Comissão Mista de Orçamento discutem as reivindicações dos aposentados ao Orçamento.Representantes das centrais sindicais e dos aposentados cobraram nesta segunda-feira, na Comissão Mista de Orçamento, um reajuste nominal de 11,7% no próximo ano para as aposentadorias e pensões do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) acima do salário mínimo. O percentual representa a reposição da inflação de 2011, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), mais 80% do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) verificado em 2010. A proposta representa um ganho real de 6% no próximo ano. Os números foram apresentados pelos sindicalistas ao presidente do colegiado, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), que representou o relator-geral, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), na reunião. Segundo os sindicalistas, o aumento real provocaria um gasto adicional de R$ 8 bilhões nas contas do INSS. O número, porém, pode ser maior. A consultoria de Orçamento da Câmara avalia que cada 1 ponto percentual de reajuste dos ganhos acima do mínimo representa uma despesa adicional líquida de R$ 1,837 bilhão em 2012. Assim, o aumento pedido obrigaria a inclusão de R$ 11 bilhões nas despesas previdenciárias. O projeto do novo Orçamento estima que as despesas do Regime Geral de Previdência Social alcançarão a cifra de R$ 313,9 bilhões em 2012.
Pressão
"Sabemos que vai ser uma batalha. Mas o que faz o governo dar ou não o aumento é o tamanho da pressão", disse o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), que participou da reunião, junto com o senador Paulo Paim (PT-RS). Ele é autor de uma emenda ao relatório preliminar à proposta orçamentária (PLN 28/11) que obriga o relator-geral a reservar recursos para garantir o reajuste de 11,7%. A emenda foi rejeitada por Chinaglia. A proposta orçamentária enviada pelo Executivo garante apenas a reposição da inflação, como determina a Lei 12.382/11, que instituiu as regras para reajuste do salário mínimo. O governo projetou o INPC, na proposta, para 5,7% em 2011. Mas o percentual já está defasado - a inflação até setembro acumulou alta de 5% no ano e 7,3% em 12 meses. A projeção oficial mais recente para 2011 é de 6,4%. Na prática, Chinaglia já terá que colocar mais recursos para repor a inflação maior, independente de reajuste real. Durante a reunião, o presidente da Comissão de Orçamento não se comprometeu com nenhum percentual. Vital do Rêgo limitou-se a dizer que o colegiado se propõe a atuar como um negociador entre aposentados e governo. O deputado Paulo Pereira da Silva afirmou que já houve um avanço no debate com a inclusão de um dispositivo no relatório preliminar, pelo deputado Chinaglia, que garante a reserva de recursos para suprir um eventual reajuste acima dos 5,7%. DIAP    
 
Seguridade aprova projeto que permite reversão de aposentadoria         
A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou no dia 19 de outubro proposta que permite ao segurado do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), a cargo do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), renunciar às aposentadorias por tempo de contribuição, especial e por idade. De acordo com o relator, deputado Antonio Bulhões (PRB-SP), a medida vai "sanar lacuna nas leis vigentes, que não fazem referência à desaposentação". Foi acolhido o PL 3.884/08, do deputado Cleber Verde (PRB-MA), que tramita em conjunto com o PL 2.682/07, do mesmo deputado, que não contempla os aposentados por idade. O texto aprovado altera a Lei 8.213/91, que não prevê a possibilidade de renúncia, pelo beneficiário, das aposentadorias por tempo de contribuição, especial e por idade.
Justiça
Pela proposição, o segurado da Previdência terá assegurada a contagem do tempo de contribuição que serviu de base para a concessão do benefício para requerer nova aposentadoria no futuro. "É óbvio que o segurado aposentado com proventos insuficientes retornará à atividade, contribuindo para o Regime Geral. Ao melhorar seus rendimentos, poderá aposentar-se novamente com remuneração maior", explica Bulhões. O relator explica que, atualmente, o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) recusa todos os pedidos de reversão de aposentadoria com o argumento de que a concessão do benefício constitui ato jurídico perfeito, por força do Decreto 3.048/99. Outro entendimento, no entanto, teria o Judiciário. "A Justiça reconhece que um ato administrativo não pode extrapolar a lei", acrescenta o parlamentar.
Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, segue para análise das comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição, Justiça e Cidadania. (Fonte: Agência Câmara)  
 
Comissão de Trabalho aprova projeto que trata sobre férias fracionadas            
Nesta quarta-feira (9), a Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou, entre outras proposições, o projeto que altera o critério de concessão de férias. Trata-se PL 7.386/06, do Senado Federal (PLS 116/2003), que dá nova redação ao artigo 134 da CLT, para alterar o critério de concessão de férias, pode ser apreciado pelo colegiado.
A proposta autoriza a divisão das férias em até três períodos de dez dias corridos, mediante acordo escrito, individual ou coletivo; recebeu parecer favorável do relator, deputado Laercio Oliveira (PR-SE). O deputado Assis Melo (PCdoB-RS) apresentou voto em separado contrário ao parecer do relator. A matéria ainda será analisada ainda pela Comissão de Constituição e Justiça. DIAP  
 
Jorge Caetano Fermino        

written by FTIGESP

Nov 09
 
Campanha Salarial -  JORNAIS E REVISTAS DO INTERIOR
 ALERTA DE GREVE
NA QUARTA REUNIÃO DE NEGOCIAÇÃO O PATRONAL APRESENTOU UMA PROPOSTA PROVOCADORA AOS TRABALHADORES.
A COMISSÃO DE NEGOCIAÇÃO DA FEDERAÇÃO MAIS UMA VEZ REJEITOU A PROPOSTA, EM BUSCA DO AUMENTO REAL.
O DESCASO COM A CATEGORIA GRÁFICA ESTÁ EVIDENTE NA PROPOSTA DE PARTICIPAÇÃO NOS RESULTADOS, ONDE FECHARAM ACORDO COM OS JORNALISTAS NO VALOR DE R$ 750,00.
VEJA ABAIXO A PROPOSTA INDECENTE APRESENTADA NA REUNIÃO DE 09 DE NOVEMBRO.
REAJUSTE SALARIAL = 7.50%
PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS = R$ 665,00
PISO SALARIAL NORMATIVO = 8%
PISO SALARIAL FUNCIONAL = 8%
SEGURO DE VIDA = 10%
AUXÍLIO FUNERAL = 10%
OBS. NÃO FOI MARCADA DATA PARA UMA NOVA REUNIÃO.
LEMBRAMOS QUE O AUMENTO DE SEU SALÁRIO SERÁ DO TAMANHO DE SUA MOBILIZAÇÃO.
 

written by FTIGESP

Ir para página início  499 500 501 502 503 504 505 506 507 508  última