Item de NotíciaFTIGESP NEWS // Promotor intimará gestores da RR Donnelley sobre processo de autofalência
(Categoria: Geral)
Postado por FTIGESP
10 Julho 2019 - 10:49:00


Intimação foi um pedido do STIG Barueri/Osasco com apoio da Ftigesp. Estas entidades se reuniram com o promotor na 1º Vara Civil de Osasco

A fim de esclarecer a confusa auto decretação de falência de todas as unidades brasileiras da multinacional gráfica RR Donnelley (RRD) que deixou desamparados 960 profissionais (800 nas plantas paulistas e 160 em Blumenau-SC), o Sindicato dos Gráficos (STIG) de Barueri/Osasco, buscou o apoio do promotor responsável pelo processo de autofalência desta empresa dos EUA aqui no país, sem qualquer tipo de negociação. O presidente do STIG Joaquim Oliveira, juntamente com o advogado da entidade, Raphael Maia, se reuniram com o promotor Bruno Ferreira. O encontro ainda contou com Leonardo Del Roy, presidente da Federação Paulista da categoria (Ftigesp) e da Confederação Nacional da classe (Conatig), órgãos que têm dado toda assistência em busca de soluções.

"Logo de início o promotor se espantou como uma empresa do porte da RRD faliu de repente e estranhou como antes disso efetuou o pagamento do salário mensal de todos os trabalhadores. Tivemos a oportunidade de tirar algumas dúvidas dele sobre este controverso pedido de autofalência que deixou os 960 gráficos sem receberem as suas verbas rescisórias até hoje, mesmo já passados mais de três meses do episódio", conta Del Roy.

"Pedimos para o promotor nos ajudar em termo de agilidade para que este processo corra mais rápido possível para que os gráficos possam receber seus direitos. E também para que ele possa investigar os procedimentos dos administradores da RRD neste pedido de autofalência da empresa", diz o advogado do STIG Barueri/Osasco. Na ocasião, segundo revela Del Roy, o promotor foi muito sensível a estes pleitos em defesa de cada um dos pais e mães de família demitidos pela multinacional sem receberem ainda as suas verbas rescisórias devido esse mecanismo da autofalência.

De pronto, após todos os esclarecimentos da Ftigesp e do STIG, inclusive com entrega de um ofício demonstrando as razões dos questionamentos, o promotor se comprometeu em convocar gestores da multinacional no Brasil, indicados no referido documento, bem como o administrador ora nomeado pela Justiça para gerir a massa falida das três unidades no país. Em um 2º momento, a depender o avanço da investigação, as entidades fizeram questão de pedir a convocação do presidente mundial da RRD, o norte-americano Daniel Knotts, que esteve no Brasil três dias antes da decretação da autofalência, autorizando, porém, movimentação de caixa.

"Nosso objetivo único é solucionar o problema dos gráficos. Nunca vamos abandoná-los, independente de que estejam agora desempregados. Eles têm direitos e, como sindicalistas, somos os defensores de seus direitos, assim como o promotor, que pertence ao Ministério Público, é o guardião das leis, estas que juntos estamos a defender", frisa Del Roy, agradecido à receptividade do promotor e pela garantia da abertura do inquérito para a apuração dos fatos de modo a vir proteger os mais frágeis, os gráficos.




Esta notícia é de
( http://ftigesp.org.br/news.php?extend.3241 )